The Warm Coffee

O derradeiro guia de música e videojogos

Posts Tagged ‘Death Metal’

O Melhor de Fevereiro de 2011

Posted by César Costa em 05/03/2011

 

imageEste mês a escolha foi ainda mais difícil que no mês passado pois houve muita música digna de estar aqui. Em compensação, e consequência, o resultado foi também muito melhor. Não que à selecção de Janeiro faltasse qualidade, apenas houve um acréscimo desta vez. E isso é sempre bom. Vá, fiquem lá com ela, então:

Part 1

  1. Beady Eye – “Bring The Light”
  2. Bright Eyes – “Triple Spiral”
  3. Five O’Clock Heroes – “Diplomat”
  4. Lykke Li – “I Follow Rivers”
  5. Chase And Status feat. Liam Bailey – “Blind Faith”
  6. Ricky Martin – “Tú Y Yo”
  7. Cut Copy – “Where I’m Going”
  8. Nicole Atkins – “Vultures”
  9. …And You Will Know Us By The Trail Of Dead – “The Fairlight Pendant”
  10. Red – “Feed The Machine”
  11. Red – “Watch You Crawl”
  12. Deicide – “To Hell With God”
  13. Destruction – “Destroyer Or Creator”

Part 2

  1. Radiohead – “Bloom”
  2. Radiohead – “Lotus Flower”
  3. PJ Harvey – “England”
  4. PJ Harvey – “In The Dark Places”
  5. The Go! Team – “Lazy Poltergeist”
  6. The Go! Team – “Voice Yr Choice”
  7. Bright Eyes – “Begginer’s Mind”
  8. Thirteen Senses – “Imagine Life”
  9. Five O’Clock Heroes – “Postcard”
  10. The Go! Team – Apollo Throwdown”
  11. Radiohead – “Separator”
  12. The Boxer Rebellion – “Both Sides Are Even”
  13. Thirteen Senses – “Out There”

Download

Posted in Reviews Música | Com as etiquetas : , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

“To Hell With God”, Deicide [2011]

Posted by César Costa em 26/02/2011

imageData de lançamento: 15 de Fevereiro de 2011

Género: Death Metal

Duração: 36 min.

Editora: Century Media Records

Produção: Mark Lewis

Tão agressivo como se quer, “To Hell With God” é um álbum e pêras. O disco nunca abranda e isso só beneficia a banda que se mostra sempre pronta e capaz de criar malhas poderosas. O truque está em constantes mudanças de ritmo e no emprego de melodias bem conseguidas. Depois é só deixar-se levar pela música, os Deicide soam aqui como uma banda cheia de ideias e o resultado é um trabalho que satisfará o mais exigente dos fãs de Metal.

A abertura do álbum é em grande, a faixa título e séria candidata a melhor do álbum é um começo dos infernos, os guturais estão muito bons, tal como acontece no resto do álbum, e guitarra e bateria formam um conjunto de impor respeito. “Save Your” ainda acelera mais e a sensação que temos ao início é de que nos espera um grande álbum. A verdade é que não anda muito longe disso.

O que diferencia este trabalho de tantos outros Metal é que consegue soar como uma faixa só, exibindo uma consistência invejável, e ao mesmo tempo estar constantemente a oferecer twists e pequenos rasgos de criatividade que realmente elevam a música uns níveis acima.

“Conviction” e “Hang in Agony Until You’re Dead” são mais dois exemplos do que de melhor estes meninos sabem fazer, com a bateria sempre a dar-lhe, e muitas vezes em sintonia com a guitarra, ela que dispara solos a toda a hora de forma épica. As melodias das músicas em si têm um papel preponderante, há aqui um bom trabalho na composição, mas de nada serviria se ele não fosse executado de maneira competente.

Nunca temos a sensação de que estamos a ouvir um simples conjunto de temas, o álbum vai correndo de forma natural e o seu som mantém-se practicamente inalterado até ao fim. O álbum acaba com um belo solo mas depois de um trabalho tão bom confesso que esperava uma coisa mais em grande. Nada que impeça “To Hell With God” de ser recomendável, pelo contrário, o novo LP dos Deicide é essencial a adeptos do Metal

  1. "To Hell With God"
  2. "Save Your"
  3. "Witness of Death"
  4. "Conviction"
  5. "Empowered by Blasphemy"
  6. "Angels of Hell"
  7. "Hang in Agony Until You’re Dead"
  8. "Servant of the Enemy"
  9. "Into the Darkness You Go"
  10. "How Can You Call Yourself a God"

Download (password: mikkisays.net)

image

Posted in Reviews Música | Com as etiquetas : , , , | Leave a Comment »

“The Destroyers Of All”, Ulcerate [2011]

Posted by César Costa em 03/02/2011

https://i1.wp.com/www.ulcerate-official.com/images/albumTDOALarge.jpgData de lançamento: 25 de Janeiro de 2011

Género: Death Metal

Duração: 53 min.

Editora: Willowtip Records

Produção: Ulcerate

Provavelmente o disco mais depressivo e sem graça que ouvi em toda a minha vida. Mesmo se forem fãs de Death Metal terão de ter paciência épica para suportar a repetição enfadonha deste “The Destroyers Of All”. A bateria está em grande, grande plano, o homem que neste instrumento tocou estava inspirado, mas tudo o resto só enjoa. A guitarra está mais engripada que eu e a composição é desinspirada.

Poderão vir a desfrutar dele se já forem fãs da banda (MUITO FÃS mesmo) mas para todos os outros… esqueçam. A menos que estejam prestes a suicidarem-se e precisem de um pequeno empurrãozinho de coragem e vontade para o fazer ou estejam numa onda de depressão profunda vão querer desligar a música mesmo a meio do disco, o álbum nunca evolui. Pesado, sem graça e muito raramente interessante, “The Destroyers Of All” é Death Metal que soa mais a “Death ao Metal”. Com discos destes quase dá vontade de o dizer…

  1. "Burning Skies" – 7:34
  2. "Dead Oceans" – 7:01
  3. "Cold Becoming" – 6:16
  4. "Beneath" – 6:56
  5. "The Hollow Idols" – 6:06
  6. "Omens" – 8:26
  7. "The Destroyers of All" – 10:30

Download

1,5

Posted in Reviews Música | Com as etiquetas : , , , | Leave a Comment »