The Warm Coffee

O derradeiro guia de música e videojogos

Posts Tagged ‘Álbum’

Melhor Álbum de Abril [2011]

Posted by César Costa em 12/05/2011

image

 

O melhor álbum do mês passado saiu na verdade em Março mas como só chegou até mim em Abril e nalguns países até só saiu a meio desse mês decidi torná-lo elegível para a corrida deste último mês. Até porque é um álbum que merece menção: é um regresso ao bom Pop Rock do início da década de 2000, algo que, sendo sincero, se precisa muito hoje em dia. Recomendo vivamente este “Welcome To My DNA” dos Blackfield já que é um dos melhores discos do ano até agora.

Review a “Welcome To My DNA”

Anúncios

Posted in Reviews Música | Com as etiquetas : , , , , , , , | Leave a Comment »

Melhor Álbum de Fevereiro [2011]

Posted by César Costa em 15/03/2011

image

Sem qualquer dúvida, o álbum dos Radiohead “The King Of Limbs” é o melhor de Fevereiro de 2011. Continuando no mesmo som de “In Rainbows” a banda britânica produz um álbum que mesmo não sendo inovador é apelativo quer a fãs quer a novos ouvintes. No entanto, divide opiniões e, como qualquer música que o faça, merece ser ouvida. Se gostaram de “Hail To The Thief” e de “In Rainbows” poderão vir a gostar deste novo lançamento. Não prometo nada, mas uma coisa é certa: que é um grande álbum isso é.

Review a “The King Of Limbs”

Posted in Reviews Música | Com as etiquetas : , , , , , , , | Leave a Comment »

Melhor Álbum de Janeiro [2011]

Posted by César Costa em 06/02/2011

image A escolha não foi propriamente difícil. “Deerhoof vs. Evil” foi sem qualquer dúvida o melhor álbum que me apareceu à frente no primeiro mês do ano e devo dizer, apanhei uma bela surpresa com ele. Se tivesse que o definir numa palavra… “creativo". É um disco que transpira isso mesmo, creatividade, e se as arrojadas composições não são o suficiente para vos seduzir, o cheirinho a Indie do bom talvez o faça.

Talvez fique a sensação de que a banda poderia alongar certas faixas, alguns poderão argumentar que o álbum apenas se trata de um misto de experiências, mas a verdade é que ficarão satisfeitos com o resultado final à mesma. Poucos álbuns existem que exibem a classe, o requinte, a esquisitice, a simplicidade, complexidade e graça de “Deerhoof vs. Evil”… A maneira como a banda cospe na maioria das regras de ritmo e tempo musicais é maravilhosa, e se acham que estou a exagerar, pois o facto é que há muitas bandas a fazer isto, oiçam o disco e perceberão. Poucas realmente o fazem como os Deerhoof, que conseguem atirar novas tendências para o ar à espera que alguém as apanhe e faça algo ainda melhor com elas e ao mesmo tempo criar um álbum bem agradável de ouvir. Começarão por achar que estes rapazes (e rapariga) estão doidos, alguns temas mais parecerão uma mixórdia de sons ao início, mas quando se habituarem a eles sabê-los-ão de trás para a frente e tudo vos soará perfeitamente natural.

Portanto, o veredicto final é uma vitória clara dos Deerhoof contra o mal. Com um álbum assim só dá para declarar a banda como vencedora do confronto…

Review a “Deerhoof vs. Evil”

Posted in Reviews Música | Com as etiquetas : , , , , , , , , | Leave a Comment »