The Warm Coffee

O derradeiro guia de música e videojogos

“Velociraptor!”, Kasabian [2011]

Posted by César Costa em 22/09/2011

imageData de lançamento: 16 de Setembro de 2011

Género: Alternative Rock

Duração: 51 min.

Editora: Columbia Records

Produção: Dan The Automator

 

Da primeira vez que ouvi “Switchblade Smiles”, na MTV, fiquei chocado. Não só a música era um afastamento completo dos singles mais recentes da banda como o vídeo em si era estranho. Aquilo mais parecia saído de uma colaboração entre Jay-Z e Kanye West, já que esses dois andam bem amiguinhos por estes dias… Mas ouvindo “Velociraptor!” reparo que o som do disco não é bem assim, ao mesmo tempo que é das músicas que melhor espelha a evolução da banda na qual este disco culmina. Confuso? Um bocado…

A faixa inicial “Let’s Roll Just Like We Used To” parece um tema de James Bond misturado com “Paint It, Black” (The Rolling Stones) e o sintetizador mesmo antes do refrão parece aquele posicionado exactamente no mesmo sítio no êxito dos Hall & Oates, “Maneater”. Só eu para reparar nisto, mas é verdade… Esta combinação funciona, a verdade é uma, ajuda a criar uma abertura à altura do álbum que se avizinha.

Depois aparecem duas das canções mais Pop de “Velociraptor!”, “Days Are Forgotten”, um bom single com um refrão poderoso, e “Goodbye Kiss” que parece um encontro de The Beatles com Pulp acompanhado de um “violino” (sintetizador, parece-me) bem giro. “La Fée Verte” vem depois, representando o ponto alto do álbum logo à quarta posição, conseguindo oferecer uma composição recheada, bonita e dramática, ideal para uma canção como esta. A boa letra ajuda, assim como a ‘intro’ magnífica e a ‘outro’ igualmente bem conseguida. Um dos melhores temas dos últimos meses…

Mas “Velociraptor!” chega, depois deste momento muito bom, a um ligeiro declínio, com a faixa título e “ Acid Turkish Bath” a revelarem-se algo insonsas (razoáveis, ainda assim) em comparação ao resto do disco. Mas para remediar a situação e devolver o ‘momentum’ ao disco surge “I Hear Voices”, um exercício mais electro, e “Re-Wired”, um tema tipicamente Kasabian bem ‘cool’.

No fim, aparece “Neon Moon”, o momento mais electrónico do disco, que faz óptimo uso dos sintetizadores e que poderia muito bem pertencer aos Goldfrapp, por exemplo (o que é um grande elogio)… Isto depois de passarmos por “Man Of Simple Pleasures” e “Switchblade Smiles”, ambos possíveis singles, um mais óbvio que outro. (“Switchblade Smiles”, ironicamente)

Em estilo de resumo, “Velociraptor!” transporta a banda britânica para um patamar superior mesmo não sendo perfeito. Aquelas faixas ali no meio, embora de qualidade aceitavel, eram dispensáveis. Ainda assim, e como podem calcular, é um disco altamente recomendado que poderá não ser imediatamente do vosso agrado, mas que crescerá aí dentro se lhe derem oportunidades.

  1. "Let’s Roll Just Like We Used To"
  2. "Days Are Forgotten"
  3. "Goodbye Kiss"
  4. "La Fée Verte"
  5. "Velociraptor!"
  6. "Acid Turkish Bath (Shelter from the Storm)"
  7. "I Hear Voices"
  8. "Re-wired"
  9. "Man of Simple Pleasures"
  10. "Switchblade Smiles"
  11. "Neon Noon"

Download (torrent)

image

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: