The Warm Coffee

O derradeiro guia de música e videojogos

“Lungs”, Florence + The Machine [2009]

Posted by César Costa em 09/06/2010

https://i0.wp.com/upload.wikimedia.org/wikipedia/en/e/e5/Lungs_FatM.jpgData de lançamento: 6 de Julho de 2009

Género: Indie Rock, Indie Folk, Baroque Pop, Soul

Duração: 46 min.

Gravadora: Island

Produtores: Paul Epworth, James Ford, Steve Mackey, Charlie Hugall

Florence é uma surpresa das grandes. Parece ter aparecido do nada. E veio para ficar… A nova sensação britânica começa a sua carreira discográfica com um álbum estupendo, que nos BRIT Awards foi um dos premiados.

Todo o mérito que lhe é dado é merecido, na minha opinião. Arrancou nos charts britânicos em segundo lugar, apenas atrás da compilação “The Essential Michael Jackson”, e o facto de apenas o Rei da Pop  a ter superado é um grande indicador da popularidade desta mulher. Claro, nada disto seria possível se Florence Welsh não tivesse talento…

O álbum “Lungs” é um disco diferente daquilo que se tem ouvido. A sua sonoridade é bastante única, e pode ser rotulada como uma espécie de Folk Indie. Imagine-se uma menina ruiva com um vestido fininho, com uma coroa de flores na cabeça a dançar por um campo verdejante. A música ambiente seria esta… No entanto, os temas do álbum não são assim tão felizes. Algumas faixas falam mesmo de violência e morte. Florence justifica-o com o seu estado emocional, que alegadamente não era o mais alegre na altura.

Mas musicalmente falando, o trabalho respira qualidade. É regular, não aborrece, está repleto de toques de génio, é fresco, e possui vocais de topo. A voz de Florence é simplesmente divinal. Batendo qualquer outra cantora actualmente na cena Pop, Welsh é um rouxinol andante. Desde a pujança de “Howl” aos falsettos encantadores de “Rabbit Heart”, a garganta da cantora proporciona vários dos grandes momentos do disco. Aliada a uma produção de luxo, que é por demais evidente em faixas como a já mencionada “Rabbit Heart”, “Dog Days Are Over” e “Girl With One Eye” (só para citar algumas), os vocais ficam 5 estrelas em “Lungs”. A constante sobreposição de camadas vocais é uma das principais técnicas de produção utilizadas no álbum, e a verdade é que está tudo nos trinques, e tudo soa muito bem.

Entre as melhores faixas estão a fantástica “Drumming Song”, a divertida “Kiss With A Fist”, a cativante “Hurricane Drunk”, a emocionante “Rabbit Heart”, a fortíssima “Girl With One Eye”, e a faixa de encerramento, a cover de Candi Staton “You’ve Got The Love”. Apenas “Blinding” se encontra um bocadinho abaixo das outras músicas, mas de resto, não há percalços em “Lungs”. Como um todo funciona muito bem, tem um som bem definido, que junta harpas, com guitarras e todo um arsenal de instrumentos de percursão. É surpreendentemente original sem ter vergonha das suas inspirações (“Hurricane Drunk” e You’ve got The Love” não escondem a sonoridade 90’s, que tanto faz falta nos dias de hoje) e consegue ser uma lufada de ar fresco no meio de toda a música artificial e insossa que sobrepovoa a cena musical actual.

Arriscar-me-ia a dizer que este disco de estreia de Florence + The Machine (The Machine é a banda que acompanha Florence, para quem se questionar…) é o melhor álbum de 2009. Surpreende-me como Florence ainda não é popular aqui em Portugal, mas tudo a seu tempo… Parece estar a nascer uma grande artista, e se os seus futuros álbuns forem desta qualidade tudo correrá pelo melhor para a cantora britânica. “Lungs” está incrivelmente bem masterizado, têm vários aspirantes a ‘hits’ e é uma experiência única. Absolutamente imprescindível, o disco de estreia de Florence é um trabalho de riqueza musical invejável que qualquer apreciador de música deve ter. É um must.

  1. Dog Days Are Over” – 4:12
  2. Rabbit Heart (Raise It Up)” – 3:52
  3. “I’m Not Calling You a Liar” – 3:05
  4. “Howl” – 3:34
  5. Kiss with a Fist” – 2:04
  6. “Girl with One Eye” ) – 3:38
  7. Drumming Song – 3:43
  8. “Between Two Lungs” ) – 4:09
  9. Cosmic Love”  – 4:15
  10. “My Boy Builds Coffins”  – 2:56
  11. “Hurricane Drunk”  – 3:13
  12. “Blinding”  – 4:40
  13. You’ve Got the Love” – 2:48

Download

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: